Projeto de lei prevê cirurgia reparadora da mama pelo SUS para vítimas do câncer

Por Ascom/CMCF em 05/10/2017
A vereadora Alexandra Codeço apresentou na sessão quinta-feira, 5, o Projeto de Lei N.º 0079/2017, que dispõe sobre a obrigatoriedade da cirurgia plástica reparadora da mama pela Rede Municipal de Unidades Integrantes do Sistema Único de Saúde (SUS) para pacientes vítimas de mutilações decorrentes do tratamento do câncer de mama.

A vereadora Alexandra Codeço apresentou na sessão quinta-feira, 5, o Projeto de Lei N.º 0079/2017, que dispõe sobre a obrigatoriedade da cirurgia plástica reparadora da mama pela Rede Municipal de Unidades Integrantes do Sistema Único de Saúde (SUS) para pacientes vítimas de mutilações decorrentes do tratamento do câncer de mama.

Segundo a vereadora, “as mulheres submetidas aos tratamentos invasivos e cirurgias para a retirada na mama costumam enfrentar problemas psicológicos, como a depressão, em decorrência da perda da autoestima e isso não pode ser ignorado pela saúde pública. Irei solicitar a aprovação do projeto em caráter de urgência”.

O projeto segue agora para o parecer da Comissão de Constituição e Justiça da (CCJ) da casa legislativa e deve retornar para votação no plenário num prazo máximo de 15 dias. Em pleno “Outubro Rosa”, a proposta pode garantir mais um importante passo na luta contra a doença.