Representante do SEPE Lagos faz uso da Tribuna Livre da Câmara Municipal de Cabo Frio

Por Ascom/CMCF em 03/08/2017
Profissionais da Educação apresentam denúncias e pedem apoio ao Poder Legislativo

Profissionais da Educação apresentam denúncias e pedem apoio ao Poder Legislativo

 

A Diretora de Comunicação do Sindicato dos Profissionais da Educação da Região dos Lagos (SEPE Lagos), Denise Teixeira, fez uso da Tribuna Livre da Câmara de Vereadores de Cabo Frio nesta terça-feira, 3, para apresentar publicamente os problemas enfrentados pelos profissionais da categoria e as reivindicações da entidade.

 

“Precisamos que os vereadores cumpram seu papel fiscalizador, garantindo que os salários dos profissionais de Educação sejam pagos sem erros, que a Lei Complementar n.º 12/2012 (que estabelece o Plano de Carreira) seja cumprida de fato e que o acordo feito com o Prefeito, em parte ainda não cumprido, seja regularizado”, desabafou Denise.

 

Há alguns meses o SEPE solicitava a utilização da Tribuna, conforme prevê a resolução n.º 442, de 07 de novembro de 1995.  Os vereadores presentes ouviram com atenção as denúncias do sindicato e se comprometeram a lutar junto ao Poder Executivo por melhorias na Educação.

 

O presidente da Câmara, Aquiles Barreto, parabenizou a represente do SEPE pela forma clara com que as questões foram apresentadas, abrindo espaço para uma discussão saudável e equilibrada entre o sindicato e o Poder Legislativo. “Nunca estivemos contra o SEPE, pelo contrário, somos e sempre seremos a favor da Educação.  Estamos abertos ao diálogo e confiantes de que conseguiremos encontrar uma solução para os problemas”, disse o vereador.

 

Durante a explicação pessoal, o vereador Rafael Peçanha ressaltou que o maior problema da Educação não é a falta de recursos, mas a aplicação dos mesmos.  “Existem muitas contradições que precisam ser investigadas!  A Comissão Especial de Educação se faz cada vez mais necessária, bem como a instalação de uma CPI da Educação”, disse Rafael.

 

Em seu discurso, o vereador Miguel Alencar, líder da bancada do Governo e Presidente da Comissão Especial de Educação, informou que a Câmara está trabalhando para apresentar uma proposta ao Executivo, com base no diagnóstico feito pela comissão sobre a situação da Educação: “O governo atual é aberto ao diálogo. O Prefeito Marquinho Mendes nunca se recusou a ouvir essa ou qualquer proposta. Me coloco à disposição para levar até ele, sempre que possível, as demandas mais urgentes da nossa população, mas não podemos deixar de reconhecer as melhorias ocorridas na Educação em apenas seis meses de trabalho”, declarou Miguel.